Os erros mais comuns na gestão do estoque e como evitá-los

Os erros mais comuns na gestão do estoque e como evitá-los

Às vezes, no mundo da gestão de estoques, erros que parecem pequenos podem custar muito caro para sua empresa. Você não precisa garantir que terá os artigos que vende no local, mas precisa ter certeza de que sempre estará abastecido com a quantidade certa de mercadorias.

Para o empreendedor ou o gestor de operações de estoque, é muito importante estar ciente dos erros comuns na gestão de estoque e entender as formas para evitar que eles ocorram. Que tal aprender desde já quais são os erros mais frequentes? Não deixe que eles aconteçam em seu negócio. Confira abaixo:

Erro 1 – Não prever as demandas com precisão

A imprecisão na demanda prevista pode, basicamente, trazer dois problemas: não ter os produtos que os clientes estão procurando naquele momento — o que significa perder para a concorrência — ou ter uma superprodução ou estocagem em excesso de itens — o que imobiliza o capital da empresa. Isso traz riscos de perdas por deterioração, prazo de validade superado ou outras questões. Deve-se, portanto, ter um planejamento de estoque a longo prazo, fundamentado nas vendas sazonais, no histórico dos clientes e na boa análise de cenários econômicos.

Erro 2 – Não ter uma boa relação com os fornecedores

O bom relacionamento com seus parceiros de mercado é tão importante quanto a boa relação com seus clientes. E isso é especialmente verdade no que tange aos fornecedores. São eles que mantêm sua empresa abastecida, podendo te salvar em momentos de urgência, inclusive. A fim de garantir que as coisas funcionem perfeitamente, é importante definir as expectativas de forma bem clara com seus fornecedores e ter uma comunicação sólida com eles, de forma a reduzir os tempos de entrega e facilitar o monitoramento dessas operações.

Erro 3 – Não dar importância à automação

Se você ainda controla o estoque manualmente ou com programas simples de planilhas, desperdiçará tempo e recursos, de modo que não seja capaz de concentrar a sua energia em outras áreas que ajudariam no crescimento do seu negócio. Usar soluções tecnológicas, como um sistema ERP, otimiza o gerenciamento, reduz os custos a longo prazo e dá melhor visão sobre seu inventário. Essa facilidade o tornará mais capaz de visualizar os erros e impedi-los, bem como ter mais foco nas estratégias de desenvolvimento da empresa.

Erro 4 – Não controlar as entradas e saídas corretamente

É essencial que se tenha ideia precisa dos itens que estão no acervo. Não só a sua quantidade, mas também a exatidão dos produtos conforme suas características, como volume, cor, entre outros aspectos relevantes. Isso vai determinar a confiabilidade do inventário perante o que se espera vender no período, além dos pedidos futuros. E para chegar a isso, é extremamente importante ter um monitoramento correto de quantos produtos entram no estoque e quantos saem do depósito. Mais uma vez, um sistema automatizado soluciona a questão com eficiência.

Erro 5 – Não investir na formação da equipe

De nada adianta um excelente software se as equipes que trabalham para a organização não estão treinadas para usá-los corretamente. O time deve estar familiarizado com os padrões de trabalho, as ordens de serviço, o modo certo de empilhar e circular com as mercadorias pelos diversos locais. A formação inadequada pode conservar o caos em seu estoque, mas ainda pode deixá-lo para trás nas encomendas, pondo em risco a relação com os clientes devido aos atrasos.

O gerenciamento de estoque ineficiente pode arruinar seu negócio. Contudo, a tecnologia atual pode te ajudar a garantir vantagem competitiva no mercado. Como está a gestão de estoque em sua organização? Conte para nós! Deixe um comentário abaixo!

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *