Análise histórica e as diferenças entre administrador e empreendedor

Análise histórica e as diferenças entre administrador e empreendedor

A palavra empreendedor é de origem francesa – entrepreneur –  e tem como significado “aquele que assume riscos e começa algo novo.”

O empreendedorismo teve início de modo muito grosseiro na Idade Média, com o gerenciamento de grandes projetos. Nessa época o empreendedor não assumia riscos, ele apenas utilizava disponibilidades dos mandatários para gerenciar os projetos.

As primeiras relações entre o empreendedorismo e o fato de assumir riscos ocorreram no século XVII, pois o empreendedor estabelecia um acordo contratual com o governo para a criação de algum produto ou serviço. Normalmente, os preços já eram prefixados e o lucro ou prejuízo financeiro eram exclusivos do empreendedor.

Com o início da industrialização, por meio da Revolução Industrial, a partir do século XVIII, finalmente o capitalista e o empreendedor foram diferenciados. Um exemplo disso é no caso de Thomas Edison, com suas pesquisas referentes à eletricidade e à química, que só foram possíveis tendo o auxílio dos investidores que financiaram seus experimentos.

No final do século XIX e início do século XX, os empreendedores foram confundidos com os administradores, afinal eram analisados somente do ponto de vista econômico como aqueles que organizam a empresa, pagam os funcionários, planejam, dirigem e controlam as ações desenvolvidas na organização, estando sempre a serviço do capitalista. Essa “confusão” entre administrador e empreendedor perdura até hoje.

Leia mais+

Fonte: http://www.robertodiasduarte.com.br

Compartilhar

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *